Pesquisar
Close this search box.

Notícias

Post: Doença ligada a uso de cigarros eletrônicos se espalha nos EUA e preocupa médicos

Início
News
Post

A incidência de cigarros eletrônicos causou o surgimento de uma doença pulmonar, ainda desconhecida, mas ligada ao hábito. O CDC – centro de controle e prevenção de doenças dos Estados Unidos, revelou que quase 100 pessoas – adolescentes e jovens incluídos – deram entrada em hospitais com sintomas similares: dor no peito e dificuldade para respirar.

Autoridades de saúde de 14 estados norte-americanos, como noticiou o tabloide britânico The Independent, não têm condições de dizer se os pacientes vão se recuperar totalmente dos problemas pulmonares. Entre os efeitos relatados por este grupo de consumidores dos e-cigarettes, o chamado ‘vaping’, também estão febre, tosse, vômito e diarreia.

Segundo Kathy Harben, porta-voz do CDC, ainda não há como afirmar se o problema pulmonar está associado com algum ingrediente ou o próprio cigarro eletrônico, pois muitas pessoas vaporizaram substâncias com nicotina, à base de maconha e até receitas caseiras.

Os cigarros eletrônicos ganharam espaço no mercado dos Estados Unidos em pouco tempo. Médicos são unânimes em vetá-los, inclusive pela baixa disponibilidade de pesquisas sobre o possível desenvolvimento de doenças crônicas.

“Não temos nada que ateste, incluindo aos jovens, a segurança do vaping”, declarou Emily Chapman, chefe do hospital infantil de Minnesota.

O presidente da American Vaping Association, Gregory Conley, culpou o usuário, que de acordo com ele, opta por “drogas ilegais e receitas amadoras feitas nas ruas”. 

No  Brasil, os cigarros eletrônicos se enquadram no grupo dos DEFs – dispositivos eletrônicos para fumar. Por causa da ausência de provas sobre a nocividade, são proibidos pela Anvisa, que criou a resolução RDC 46/2009.

Fonte: Hypeness

×